segunda-feira, 21 de outubro de 2013

CUIDADO COM A NOVA IDEOLOGIA

"CUIDADO COM A NOVA IDEOLOGIA DO PASTOR SILAS MALAFAIA"

Candidato ao governo do Rio queimam a largada e já disputam o voto evangélico 

VALE ATÉ ORAR -  Lindbergh sobe ao púlpito ao lado do pastor Malafaia: maratona para ganhar terreno entre evangélicos 

A oito meses da largada oficial da campanha, o palanque para a disputa do governo fluminense já está sendo armado dentro dos templos evangélicos. Todo fim de semana, o senador e pré-candidato do PT Lindbergh Farias, ex-comunista e católico não praticante, percorre o circuito completo da fé: assiste a cultos, abraça fiéis e se deixa fotografar com as mãos espalmadas em oração. Já apareceu em 63 igrejas. Aniversário de pastor ele não perde um. O rival Luiz Fernando Pezão, vice do governador Sérgio Cabral, do PMDB, foi com tanto apetite aos redutos evangélicos que no mês passado chegou a ser condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a pagar multa por campanha antecipada. Pezão bateu recorde em participações na rádio gospel de maior audiência do estado: 29 aparições em quatro meses, ou uma a cada quatro dias. A agenda dos postulantes ao governo do Rio é apenas a face mais visível da acirrada guerra travada nos bastidores por um quinhão desse eleitorado decisivo. Conquistá-lo é questão de sobrevivência política em 2014. Diz o demógrafo José Eustáquio Diniz Alves, do IBGE: “O Rio é o estado com menos católicos e um dos que têm maior concentração de evangélicos, o que os torna imprescindíveis”. Traduzindo em votos, são cerca de 4 milhões em jogo, um terço do total.
Lindbergh Farias conta com o apoio do pastor Silas Malafaia. No último dia 13, esteve no culto da igreja Vitória em Cristo. VEJA também acompanhou o evento, que teve presença do pastor Sóstenes Cavalcante, pastor nomeado por Lindbergh para trabalhar no Senado e ao mesmo tempo agendar os eventos evangélicos: “Vamos fazer uma oração grátis, 0800 para ele. Quem sabe estou orando pelo futuro governador”, disse Malafaia, para mil fiéis.

video

Fonte: Veja.com.br


Nenhum comentário: